Faça parte. Contribua

Vamos juntos manter o Instituto Lula em atividade neste primeiro semestre de 2018

Participe

Instituto Lula

Menu

Em Santa Maria, Lula defende federalização do ensino médio

20/03/2018 22:05

'A elite brasileira nunca gostou de fazer investimento em educação", disse ex-presidente em Santa Maria. Foto: Ricardo Stuckert

Da Rede Brasil Atual 

Recebido por uma multidão de jovens entusiastas na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em evento realizado na instituição que um eventual novo governo chefiado por ele investirá no ensino médio. “Quero federalizar o ensino médio, melhorar a qualidade da educação dos nossos jovens. Ninguém vai roubar mais celular, roubar por causa de uma jaqueta, por causa de dez reais.”

A caravana Lula pelo Brasil chegou nesta terça-feira (20) a Santa Maria, região central do Rio Grande do Sul. Com 280 mil habitantes, a cidade fica a 300 quilômetros de Porto Alegre. Na UFSM, Lula se reuniu com reitores e dirigentes de instituições federais de educação.

“Não adianta colocar o exército no Rio de Janeiro, se não levar o Estado para a periferia com educação, com escola, com cultura, emprego e salário”, afirmou, ao lado da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Ele voltou a dizer que a elite do país não quer investir em educação. “Custa caro (fazer universidades), mas quanto custa não fazer? Quanto custou a esse país não alfabetizar a população na década de 50?”, questionou. “A elite brasileira nunca gostou de fazer investimento em educação. Quem teve um ministro (da Educação) como Fernando Haddad, Aloizio Mercadante, Janine Ribeiro e tem esse ministro (Mendonça Filho) é porque não acredita na educação.”

A imprensa regional destacou manifestações contra o ex-presidente nas imediações da reitoria da UFSM. Mas esse grupo reunia poucas dezenas de pessoas. Lula conclamou os reitores e educadores a serem parceiros na defesa da autonomia das universidades.

No Twitter, a deputada Federal Maria do Rosário (PT-RS) disse que "Lula repete o cavaleiro da esperança". "Sua caravana passa por estradas em que ele fez obras, universidades que ampliou, institutos federais que ele criou. Quem quer calar a voz de @LulapeloBrasil? Aqueles que querem calar o povo", afirmou a parlamentar.

A UFSM é uma das mais tradicionais da região Sul do país. Tem 29 mil alunos, 267 cursos e dois mil docentes. A partir de 2005, a instituição e inaugurou três novos campi em municípios ao norte do estado.