Faça parte. Contribua

Vamos juntos manter o Instituto Lula em atividade neste primeiro semestre de 2018

Participe

Instituto Lula

Menu

Brechó da democracia sábado em São Paulo levanta recursos para vigília em Curitiba

18/04/2018 15:31

João Pedro Stédile, Suplicy e Fernando Haddad na inauguração do Armazém do Campo, em 2016: polo de resistência (Lucas Duarte de Souza/RBA)

#SejaInstitutoLula #InstitutoLula 


Clique acima para participar do Financiamento coletivo para manter vivo o Instituto Lula.


Da Rede Brasil Atual 

Algumas palavras definem o acampamento Lula Livre: respeito, perseverança, solidariedade, disposição. Mas uma não só define como o mantém o vivo: doações. Seja do tempo de quem está no dia a dia da luta em Curitiba, seja de dinheiro (por meio do vigilialulalivre.pt.org.br), alimentos, água, produtos de limpeza, cobertores, roupas.

Quem é de São Paulo, quer ajudar, mas não pode se locomover até a capital paranaense, tem uma opção de participar. O Bazar Lula Livre será realizado no sábado (21), das 10h às 18h, no Armazém do Campo (Alameda Eduardo Prado, 499, Campos Elíseos).

Todo o valor arrecadado será doado para a manutenção do acampamento democrático que resiste desde o dia 7, quando Lula se apresentou à Polícia Federal.

O bazar será um espécie de brechó da democracia. Para que se viabilize, os organizadores pedem doações de roupas, sapatos, acessórios, objetos de decoração, cama e mesa, livros, que devem ser entregues no próprio Armazém até esta sexta-feira (20). A organização informa que tem muita coisa de qualidade chegando. E pede que a doações sejam entregues em caixas fechadas ou sacos plásticos com a identificação "Bazar Lula Livre".

Armazém do Campo, por si só, já vale a visita. A loja foi inaugurada pelo MST em julho de 2016 para escoara produtos orgânicos e agroecológicos produzidos pelos assentamentos, comoarroz, feijão, geleias, cachaças, cervejas, frutas, legumes e verduras. Todos livres de venenos. Depois do bazar, haverá música ao vivo com o Partido do Samba até as 22h.